Metodologia de Reputation

Realização: DOM Strategy Partners

Objetivo:

Avaliar e formular, ao longo do ano, o Índice de Reputação Corporativa das principais Empresas do país (e não somente de suas marcas), nos pilares Credibilidade e Imagem

Descrição:

O Reputation Index estabelece indicadores ponderados de reputação atingidos por cada empresa avaliada, considerando sua performance em relação aos 2 pilares formadores da reputação corporativa: imagem (composta por ativos como: marcas, símbolos, atitudes, manifestações e posicionamentos, embaixadores corporativos, conteúdos, atendimento e relacionamento com os clientes e demais stakeholders, produtos e serviços, multicanais, inovação, etc) e credibilidade (composta por ativos como: modelo de negócios, sustentabilidade, governança corporativa, sistema de gestão, lideranças e talentos, conhecimento, cultura corporativa, tecnologia e internet, etc).

Para corretamente analisar e quantificar esses ativos, a metodologia do Reputation Index também considera como elementos qualificadores os resultados financeiros de cada empresa, comparativos aos concorrentes setoriais (lucratividade, crescimento e market share), e sua valorização de mercado (aumento no valor do valor econômico) no mesmo período (para as companhias abertas).

Além das informações coletadas em dinâmicas de entrevista com os diferentes stakeholders das empresas (clientes, ex-clientes, funcionários, ex-funcionários, fornecedores, acionistas, reguladores, ONGs, mídia, redes sociais, etc), são também utilizados os dados públicos (Internet, publicidade, relatórios, etc) e os dados fornecidos pelas próprias empresas em questionário respondido voluntariamente.

A partir daí, é desenvolvida uma ponderação matemática entre os diversos ativos e seus indicadores, qualificando os resultados em função de porte, setores de atuação, origem de capital (nacional ou multinacional), status de capital (aberto ou fechado) e natureza de propriedade (pública ou privada), obtendo-se assim a nota referência para comparação e ranqueamento de cada empresa frente aos benchmarks estabelecidos para a reputação corporativa e para cada pilar (credibilidade e imagem).

Universo: 1 mil maiores empresas brasileiras, excluindo holdings e empresas previamente desclassificadas (em função de questões legais, éticas ou concorrenciais comprovadas no período)